FAO Shwarz reabre em Nova Iorque

A FAO Schwarz retorna à Big Apple esta semana, três anos depois de fechar sua famosa loja na Quinta Avenida, oferecendo aos compradores uma experiência típica de loja física, inacessível online, incluindo o piano gigante que Tom Hanks tocou no filme Big.

David Conn, CEO da ThreeSixty Brands, cuja empresa-mãe, ThreeSixty Group, comprou a FAO Schwarz em 2016 da Toys R Us, declarou na entrevista abaixo à CNBC que “eles têm uma marca de 150 anos que já era “experiencial” antes de experiencial ser algo que estivesse na moda”.

A nova megastore da FAO Schwarz, localizada na Rockefeller Plaza, abrirá  sexta-feira, 16/11/2018 com tudo, apresentando desde shows de mágica ao vivo, estações onde carros personalizados de controle remoto poderão ser montados e até um centro de adoção de bonecas onde as crianças serão entrevistadas por funcionários vestidos como enfermeiras e médicas para garantir que esteja “aptos” a cuidar da boneca.

Cerca de 45% dos produtos serão exclusivos e não poderão ser encontrados em outros lugares. A nova FAO Schwarz também planeja estabelecer presença permanente no Canadá e na China e abrir lojas pop-up na Espanha, Austrália e Londres.

Argos já era omnichannel antes de inventarem o termo

IMG_20180504_121459409

A Argos é uma varejista britânica de catálogos que opera no Reino Unido e na Irlanda, e hoje é uma subsidiária da Sainsbury’s desde 2016. A empresa comercializa tanto em lojas físicas, quanto online, com mais de 845 lojas de varejo, recebe 29 milhões de clientes por ano nas lojas físicas e quase um bilhão de visitantes online por ano, sendo hoje um dos maiores varejistas de rua do Reino Unido. Foi fundada em 13 de novembro de 1972, por Richard Tompkins e, curiosamente já pertenceu à BAT (Souza Cruz, Brasil).

A foto acima mostra uma loja de rua e a outra aqui em baixo, no corredor de entrada de um supermercado Sainsbury’s.

IMG_20180504_142636362

 

O mais interessante é que essas 845 lojas praticamente não têm estoque. Funcionam como pontos de pedido nos quais o cliente folheia catálogos ou acessa tablets para encomendar a mercadoria que vai ser entregue na sua casa depois. Itens menores, como celulares, por exemplo, poderão estar disponíveis para levar na hora, mas geladeiras, fogões e big tickets em geral, tipicamente serão entregues na casa do cliente depois.

Catálogos para consulta na loja

IMG_20180504_120907198_HDR

Recentemente iniciaram vendas com tablets

Interessante também é que nas lojas não há exposição de produtos. Os que estão disponíveis para levar ficam no estoque, bem guardados e escondidinhos. Veja na foto a seguir o balcão de atendimento dos clientes (que esperam em fila única) e, ao fundo, à direita, o estoque da loja.

IMG_20180504_121413233

 

IMG_20180504_121120085Comprando até 18h00, a entrega de certos produtos pode acontecer até 22h00.

 

 

 

 

Google Assistant marcando horário no cabeleireiro

O Google mostrou uma nova capacidade do Google Assistente de cair o queixo: logo logo ele fará chamadas telefônicas em seu nome. O CEO da empresa, Sundar Pichai, reproduziu uma gravação telefônica na qual o assistente marca um horário para sua “cliente” em um salão de cabeleireiro. A voz soava incrivelmente natural e a pessoa do outro lado não tinha a menor ideia de que estava conversando com um assistente movido a Inteligência Artificial. Note que o Assistente do Google até deixou escapar um “hum-hum” super casual no início da conversa.
Fonte: www.theverge.com
Para mais informação, consulte aqui o blog do Google sobre o tema.