Mobile Shopping: o poder nas mãos do consumidor

De acordo com uma pesquisa realizada pela Nielsen no 1 º trimestre de 2012, a grande maioria (79%) dos proprietários smartphones e tablet nos EUA  têm usado os seus dispositivos móveis para fazer atividades relacionadas a compras . Smartphones são usados ​​com mais freqüência do que os tablets para as atividades realizadas enquanto os consumidores se deslocam, o que é de se esperar. Veja a seguir alguns dados da pesquisa.

  • Localizar uma loja: 73% dos proprietários de smartphones vs 42% dos proprietários de tablets
  • Acessar lista de compras: 42% dos proprietários de smartphones vs 16% dos proprietários de tablets
  • Resgatar um cupom virtual: 36% dos proprietários de smartphones vs 11% dos proprietários de tablets
  • Compras online: 29% dos proprietários de smartphones vs 42% dos proprietários de tablets

Uma das atividades mais populares entre os proprietários de smartphones e proprietários tablet é “pesquisar um item antes de compra” (66% para os proprietários de tablets contra 57% para os proprietários de smartphones). Comparativamente poucos compradores móveis usaram seus aparelhos para pagamentos (27% dos proprietários de smartphones e 28% dos proprietários de tablets), mas esse número deverá aumentar nos próximos anos, visto que sistemas de pagamento mais móveis estão para serem lançados em todo o país, deixando os consumidores norte-americanos mais confortáveis com a ideia de pagamentos móveis.

Veja a matéria na íntegra em http://blog.nielsen.com/nielsenwire/online_mobile/how-us-smartphone-and-tablet-owners-use-their-devices-for-shopping/

Informações fresquinhas sobre a Internet

Seguem alguns números sobre a Internet recém obtidos:

Brasil
Ocupa importante posição na Internet no cenário internacional.
É o quinto país em termos de computadores host conectados à rede (15.929.346 em jul/09) com 1.848.161 domínios registrados em set/09.
Temos 67,510,400 usuários de Internet em dez/08 (ITU-cg.br).

Estados Unidos
É o país com mais hosts conectados à Internet (383.448.294 em jul/09).
Tem 227,636,000 usuários de Internet (jun/09), 74,1% da população (Nielsen//NetRatings).

Fontes:
www.cg.org.br/indicadores/brasil-mundo.htm#mundo
www.internetworldstats.com/top20.htm

41,565 Milhões de Internautas Brasileiros

INTERNAUTAS NO PAÍS
Segundo estudo do Ibope Net Ratings, havia 41,565 milhões de internautas no país no primeiro trimestre de 2008. O total refere-se a maiores de 16 anos que acessam a rede em qualquer ambiente, o que inclui a residência, escola, trabalho, lan houses e outros. O crescimento anual foi de animadores 25,4%.

LOCAL DE ACESSO
O estudo também aponta que 35,5 milhões de brasileiros tinham acesso em casa, dos quais 23,1 milhões foram considerados ativos, isto é, acessaram a rede pelo menos uma vez no mês.

TEMPO DE NAVEGAÇÃO
O tempo médio de navegação do brasileiro aumentou em uma hora e um minuto, chegando a 23 horas e 48 minutos por mês. Entre os 10 países onde a pesquisa é feita os brasileiros seguem sendo a população que mais tempo passa navegando. O Japão está em segundo lugar (21 horas e 34 minutos), França em terceiro (20 horas e 23 minutos) e Estados Unidos em quarto (19 horas e 46 minutos).

BANDA LARGA
Um dado surpreendente: do total de usuários ativos, 81,5% têm acesso à banda larga. Segundo Alexandre Magalhães, gerente do Ibope Net Ratings, a classe C está indo direto para a banda larga

Acredite, há formas inovadoras de vender liquidificadores!

A Blendtec descobriu um jeito não só inovador, como também criativo para vender um dos mais antigos e batidos (mesmo!) eletrodomésticos, os liquidificadores.

Ninguém menos que o fundador da empresa aparece em divertidos vídeos colocando à prova seu produto. No site http://www.willitblend.com você poderá assistir Tom Dickson bater com o seu Total Blender I-phones e ímãs, reduzindo-os a pó. Também coloca seu liquidificador para fazer um creme a partir de peixe congelado e um “milkshake” de Coca-Cola com frango assado. Essas e outras hilariantes combinações acabaram aparecendo no Youtube e a popularidade do produto só faz crescer.

Vale a visita para conferir a criatividade da empresa, um verdadeiro exemplo do “infotainment” que tanto combina com a Internet.