Dia Internacional da Mulher

A Cláudia Mendes, da Oficina de Valor, enviou ontem um dado surpreendente e, no mínimo, injusto. Na cidade de São Paulo, apesar das mulheres terem, em média, 1 ano a mais de estudo que os homens, ganham 32% menos que eles. Essas diferenças se mantêm, independentemente da classe social. Acompanhe nos quadros abaixo.


Também ontem a Folha publicou um estudo do Ibmec reforçando os dados da Oficina de Valor e acrescentando outro muito importante: quanto maior o nível de escolarização, maior a distância entre a renda masculina e a feminina. Veja os percentuais da diferença entre os ganhos dos homens e das mulheres por ano de estudo a seguir:

1 a 4 anos de estudo – 12,40%
5 a 8 anos de estudo – 29,56%
Ensino médio – 32,59%
Ensino superior – 35,03%
Pós-graduação – 37,09%

Fontes: www.oficinadevalor.com.br e FSP, 7/3/2007 – Pág. B12

Obrigado por seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s